Indicação de Aneurisméctomia de Aorta Abdominal

  Volta

Aneurisma é a dilatação anormal e acima de 50% do esperado para aquele segmento vascular, permanente e focal.

No caso da Aorta Abdominal, 80% são infra-renais e tem uma alta incidência em indivíduos acima de 65 anos e uma associação com HAS.

O aneurisma tende a ruptura quanto maior seu diâmetro

Os indivíduos acima de 65 anos tem 5% de chance de ter AAA, se juntarmos a HAS esta incidência sobe para 12% e se tiver parentes de 1° grau com AAA sobe para 25%.

Diagnóstico:

O  aneurisma pode ser palpável (50%) com característica de uma tumoração pulsátil. Freqüentemente o AAA é um achado ao se fazer uma Ultra-sonografia de próstata ou exames de controle.

Os sintomas como dor lombar ou abdominal que pode ser confundido com outras patologias abdominais e retro-peritoneais. Toda vez que a dor estiver presente no individuo com AAA, suspeitar de expansão rápida, fissura, ruptura, erosão vertebral ou inflamação.

Exames complementares: 

Ultra-sonografiaÞ serve para triagem e diagnóstico, é barato e inócuo.

Tomografia ComputadorizadaÞ necessário no pré-operatório, identifica origem das aa. renais e vasos mesentéricos (identifica fissura e ruptura).

AngiorressonânciaÞ Ótimo método como a TC em associação com o Duplex pode tornar desnecessária a arteriografia.

ArteriografiaÞ Ruim para termos uma real dimensão do AAA, pois podemos ter trombos murais que sub-dimensionam o Aneurisma. Deve ser realizada quando se quer um estudo do grau e local de doença vascular oclusiva de artérias viscerais ou dos membros. 

Como a evolução dos AAA é de aproximadamente 0,3 cm por ano a ruptura é quase uma certeza numa faze avançada, e a cirurgia visa a profilaxia disto.

A cirurgia pode ser feita transperitoneal, retro peritoneal e por via endovascular, cada uma com sua indicação e experiência do cirurgião

Em 1950 ESTES e cols. estudaram 102 pacientes com AAA sem tratamento e observou:

20% de ruptura no 1° ano

50% de ruptura em até 5 anos

100% de ruptura em até 10 anos.

 

Em 1966 SZILAGY e cols. relataram o índice de ruptura de:

19% em aneurismas de 5-6 cm

43% em aneurismas de > 6 cm

 

Em 1981 Crawford e cols. mostraram que o índice de morte dos indivíduos operados baixava para 1,4%.

 

Lembrar que:

50-80% dos AAA rotos morrem

TC com duplo halo na parede da Aorta mais VHS aumentado é patognomônico de  aneurisma inflamatório.

 

Indicação Cirúrgica:

AAA roto Þ Operar na hora

AAA Inflamatório Þ Operar

AAA com diâmetro menor que 4 cm Þ fazer US a cada 6 meses para acompanhamento.

AAA com diâmetro entre 4 – 5 cm   Þ em indivíduos jovens e de baixo risco Þ Cirurgia Eletiva

AAA com diâmetro entre 4 – 5 cm   Þ em indivíduos com alto risco cirúrgicoÞ Re-avaliar periodicamente

AAA com diâmetro acima de 5 cm   Þ Operar.

Volta