Volta

Indicação de Dúplex Scan Arterial

 

Por ser um exame inócuo para o paciente, relativamente barato, rápido e de boa acurácia, deve ser indicado em:

1- Claudicação

2- Dor Isquêmica de Repouso

3- Obstrução Arterial Aguda

4- Aneurismas

5- FAV

6- Pós operatório

7- Síndrome do desfiladeiro torácico

8- Triagem para Angioplastia

9- Seguimento de endoprotese

10- Trauma Vascular

11- Tratamento de pseudo-aneurisma pós punção

 

Motivo:

1 – Para quantificar e localizar a estenose, se existe mais de uma estenose, mostra as características da placa e indica a possibilidade de ATP.

2 – Idem

3 – Localiza a obstrução e mostra uma idéia do agente da obstrução (ajudando na indicação cirúrgica).

4 – Mostra a localização, tamanho, existencia e tipo de trombo, forma, comprometimento de artérias vicerais.

5 – Mostra a localização, tamanho e fluxo.

6 – Possibilita a execução de manobras e quantificação da compressão com as mesmas, além de mostrar localização, grau da lesão, aneurismas e tromboses.

8 - Observa alterações morfológicas (estenoses e dilatações), mostra a localização, pode ser usado para quantificar uma lesão antes de começarmos um método diagnóstico invasivo, podemos quantificar a patologia e diagnosticar a possibilidade de um procedimento endo vascular só submetendo o paciente a angiografia junto com o procedimento.

9 – Observando endo leak, tromboses e migrações.

10 – Mostra espessamento parietal, flap de íntima, oclusão total, pseudo aneurisma, secção total e FAV traumática.

11 – Se faz a compressão do pseudo aneurisma com o transdutor até a oclusão do orifício de enchimento do aneurisma.

 

Ele serve para identificar:

Carótidas:

Estuda a anatomia (artérias vertebrais, carótidas comuns, interna e externa, bifurcação)

Caracteristicas da placa (homogênea, heterogênea / superficie lisa / hemorragia intra placa (coágulo recente) /  trombo antigo / calcificações e quantidade de colágeno .

Quantifica a estenose.

Bifurcação carotídea, quantificar em faixas a estenose e as oclusões, descreve as características estruturais da placa, avalia o refluxo retrogrado da artéria supra orbitária, avalia as alterações das artérias oftálmicas retrobulbares.

 

Aorta e Artérias periféricas:

Observa alterações morfológicas (estenoses e dilatações), dá a localização, é inócuo para o paciente, é rápido, pode ser usado para quantificar uma lesão antes de começarmos um método diagnóstico invasivo, podemos quantificar a patologia e diagnosticar a possibilidade de um procedimento endo vascular só submetendo o paciente a angiografia junto com o procedimento.

 

 Aorta:

Estuda a anatomia (artéria mesentérica superior, renais e veia renal esquerda), diâmetro,

Caracteristicas da placa (homogênea, heterogênea / superficie lisa / hemorragia intra placa (coágulo recente) /  trombo antigo / calcificações e quantidade de colágeno .

Quantifica a estenose.  

Volta