Volta

Diagnóstico e Tratamento da Tromboangeíte obliterante

 

A Tromboangeíte obliterante ou doença de Leo Buerguer é uma vasculite de artérias e veias de pequeno e médio calibre caracterizada por um processo inflamatório envolvendo todas as camadas do vaso (panarterite e panflebite) que leva a trombose do vaso que não apresenta necrose de parede.

 

São pacientes:

-adultos jovens

-tabagistas

-com flebite migratória e/ou TVP

-com manifestação de arteriopatia de MMII (claudicação, DIR, Gangrena)

 

Diagnóstico:

Angiografia - mostra artérias espiraladas (Sinal de Martorel – dilatação da vasa vasorum na tentativa de formar circulação colateral para ultrapassar a trombose)

Dúplex Scan - serve para quantificar a lesão.

Laboratorial - para excluir dislipidemias, policitemias, infecção

 

Tratamento:

 

-Abolição do Fumo

-Corticóides, vasodilatadores e antiplaquetários, não mostraram ser eficazes

-Simpatéctomia pode ser feita pela impossibilidade de revascularizações e dilatações

-Desbidamentos e amputações

-Neurotripsia

Volta